quarta-feira, 20 de outubro de 2010

E acabarão por amar o mundo inteiro!



“não temam o pecado, amem o homem mesmo no pecado, é isso a imagem do amor divino, um amor como não há maior na terra. Amem toda a criação no seu conjunto e nos seus elementos, cada folha, cada raio de luz, os animais, as plantas. Amando cada coisa, compreenderão o mistério divino nas coisas. Tendo-o compreendido uma vez, vocês o conhecerão sempre mais, a cada dia. E acabarão por amar o mundo inteiro com um amor universal... o amor é mestre, mas é preciso saber adquiri-lo, porque se adquire dificilmente, ao preço de um esforço prolongado; é preciso amar de fato, não por um instante, mas até o fim. Qualquer um, até mesmo um celerado, é capaz de um amor fortuito.”

Trecho do livro “Os irmãos Karamazov” de Dostoiévski


2 comentários:

  1. Que coisa mais linda, parece uma oração!

    ResponderExcluir
  2. Lindo mesmo!
    Eu amo as postagens da Lu...essa menina é uma BCE ambulante :)

    ResponderExcluir