sexta-feira, 23 de julho de 2010

A outra


" O que os outros recebem de mim reflete-se então de volta pra mim, e forma a atmosfera do que se chama: eu. O pré-clímax foi talvez até agora a minha existência. A outra - a incógnita e anônima- essa outra minha existência que era apensas profunda, era o que provavelmente me dava a segurança de quem tem sempre na cozinha uma chaleira em fogo baixo: para o que desse e viesse, eu teria a qualquer momento água fervendo."

A paixão segundo G.H. , Clarice Lispector.

3 comentários:

  1. Chorei com isso! O que a gente fazia antes de Clarice??

    ResponderExcluir
  2. "para o que desse e viesse, eu teria a qualquer momento água fervendo"
    Incrível...

    ResponderExcluir