segunda-feira, 26 de julho de 2010

A saudade...

Brigitte Bardot

A saudade é um trem de metrô
Subterrâneo obscuro escuro claro
É um trem de metrô
A saudade é prego parafuso
Quanto mais aperta
Tanto mais difícil arrancar
A saudade é um filme sem cor
Que meu coração quer ver colorido

A saudade é uma colcha velha
Que cobriu um dia, numa noite fria,
Nosso amor em brasa
A saudade é Brigitte Bardot
Acenando com a mão
Num filme muito antigo

(Zeca Baleiro)

OUÇAM AQUI

2 comentários:

  1. Ahhh, Mel praticamente me reapresentou Zeca nas caronas que me dava semestre passado! ^^ Mtooo bom!

    ResponderExcluir