quinta-feira, 29 de abril de 2010

Devagarinho


BILHETE

"Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda..."
Mário Quintana

3 comentários:

  1. Gabi!
    Lindo!
    Eu sou apaixonada por esse poema do Quintana! Amei, comecei bem a quinta-feira!
    =*

    ResponderExcluir
  2. Amo esse poema, tenho ele num livro do Quintana que comprei quando estive em Porto Alegre! Adorei! :)

    ResponderExcluir
  3. Muito fofo esse poema! Adorei! ^^

    ResponderExcluir