quarta-feira, 12 de maio de 2010

Lembrança...



"Mas se eu tivesse ficado, teria sido diferente? Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais -por que ir em frente? Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia –qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê. Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido."

Caio Fernando Abreu.

6 comentários:

  1. Adorei esse trecho, conheço bem o que é isso de interromper o processo no meio, hehe :)
    Assim as coisas acabam ganhando mais projeção e importância do que se tivessem tido início, meio e fim.

    ResponderExcluir
  2. acabar antes do fim é sempre melhor. já q é pra ter um fim, que seja no auge, apenas com boas lembranças...

    ResponderExcluir
  3. nem sempre há apenas boas lembranças, hahaha

    ResponderExcluir
  4. infelizmente aiuhaiuahiuahiauhaiuh

    ResponderExcluir
  5. Concordo com a Lu! Também prefiro que acabe sempre bem, mesmo que antes do tempo... Muito boa essa passagem. Amei! De que texto é, Dani?

    ResponderExcluir
  6. Eu peguei de trechos, ainda não sei de qual dos textos dele é, mas pretendo descobrir ;)

    ResponderExcluir