quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Metade agonia, metade esperança


"Não posso mais ouvir em silêncio. Preciso falar com você pelos os meios de que disponho neste momento. Você fendeu minha alma. Sou metade agonia, metade esperança. Não me diga que é tarde demais, que sentimentos tão preciosos foram-se para sempre. Ofereço-me para você de novo com um coração muito mais seu do que quando você quase o despedaçou há oito anos e meio atrás. Não se atreva a dizer que o homem esquece mais rápido do que a mulher, que seu amor morre mais cedo. Eu tenho amado somente você, mais ninguém. Injusto posso ter sido, fraco e ressentido também, mas nunca inconstante. Você, apenas você trouxe-me para Bath. Faço planos pensando somente em você. Você ainda não percebeu? Não entende o que eu desejo? Eu não teria esperado nem estes dez dias se tivesse podido ler seus pensamentos como eu penso que você penetrou nos meus. Quase não posso escrever. A todo instante ouço alguma coisa que me atordoa. Você abaixa sua voz, mas eu ainda posso distinguir seus tons, mesmo quando perdidos em meio aos outros."

Trecho da carta de Capitão Wentworth à Anne Elliot. In: Persuasão, de Jane Austen
Tradução: Raquel Sallaberry Brião (www.janeausten.com.br)

5 comentários:

  1. Queria amiga secreta: quero ler mais JANE AUSTEN! hahahahah É bom demaiiiiis!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, também queria ler mais Jane Austen... muito bommm! :)

    ResponderExcluir
  3. Meninas do Clube das Literatas,

    vejo que apreciam Jane Austen e mais precisamente gostaram da minha tradução da carta do Capitão Wentworh. Fico contente pois a traduzi com muito carinho.

    Desde já estão todas convidadas a visitar o meu Jane Austen em Português.

    PS: Gostaria de pedir um favor para vocês a inclusão do crédito da tradução, no seu post. Obrigada, mais uma vez!

    ResponderExcluir
  4. Raquel, peço desculpas pela falta de crédito. Peguei o trecho em um outro blog e, como lá não constavam os créditos da tradução e nem alguma edição do livro, acabei deixando sem aqui também.
    Mas, agora, os créditos estão devidamente explicitados.
    Obrigada,
    Vanessa

    ResponderExcluir
  5. Vanessa,

    eu sei como é pois tenho encontrado vários blogs com minha tradução e alguns já copiaram de outros onde não constava o crédito e sempre que possível entro em contato.

    muito obrigada, raquel

    ResponderExcluir